____________"Profundo Amar"____________: Fevereiro 2011

"Selos de Profundo Amar"

"Profundo Amar"

Os direitos autorais são protegidos pela lei de nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998.
"Violar é crime estabelecida pelo artigo 184 do código penal"
(Caso queira uma cópia, solicite-a e mencione sempre sua autoria)


Conheçam Também:

Grato H²K

26 de fev de 2011

"Com a suavidade de uma Brisa"




Confesso sinto-me só.

As vezes procuro o que não desejo encontrar.
Palavras que em minha mente não cessam e que em verdade não quero pensar.

"Solidão"

Uma ligação, conversa curta com a voz que fazia falta até então.
Poucas palavras que dão alento, e não mais tanta solidão.

Tenho buscado entender a vida.
Mas compreendi que desta forma não se vive a lida.

Busco momentos como este, de exatidão nas palavras.
Ou esta brisa que de minha face a solidão deslavra

Fecho os olhos para sentir a suave brisa
Deixo o pensamento esvoaçante para se compor em rima

Me apego em recordar-me de seu sorriso
Dos seus lindos olhos de sinceridade em preciso

Tenho nos lábios uma leve alteração
Isso tudo por lembrar-me de sua beleza e com exatidão

Agora desejo-te uma linda e singela noite
De sonho tenro e paz em vosso semblante

Para amanhecer-te como és, sempre radiante
De olhos claros e sorriso cativante

E que a cada passo que der
Sinta-se cada vez mais firme para o que der e vier

E se uma brisa lhe refrescar a face
Espero que seja a mesma que esta agora a fazer-me pensar em ti sem qualquer disfarce.

E que com sua tenra suavidade
Lhe entregue um beijo meu baseado apenas em verdades



11 de fev de 2011

"Lindamente Desenhado"



Seu corpo lindamente desenhado, desejo ao toque delinear
O desejo de sentir sua pele e presenciar teu rosto ruborizar
Beijar-te os lábios quentes, e sua face com a face de minha mão lhe acariciar
Lhe provocar suspiros e espasmos em todo seu corpo proporcionar

Sentir te a pele quente junta à minha num doce deleite
Acariciar-lhe todo o corpo até que o toque lhe seja entorpecente
Provocar-lhe a mais profunda vertigem
De tanto lhe beijar, acariciar e fazer de ti a mais pura virgem

De mãos espalmadas, deslizar por toda esta obra
De olhos fechados deixar que os contornos sejam lhe a própria manobra
De corpo suado deslizar por todo seu desenho acentuado
De corpo fervente possuir-te da maneira mais envolvente

Debruçar meu corpo sobre o teu e beijar-te com maestria
Permitir aos corpos se conhecerem e criarem a mais pura magia
Amarem-se suavemente num singelo momento
E em rompantes nos acelerar o batimento

E quando este mesmo corpo lindamente desenhado desistir
Permitir-lhe junto ao meu se aconchegar e em meus braços o admitir
Para que assim lado a lado, mas ainda colado
Possamos descansar após tanto amor exalado



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics