____________"Profundo Amar"____________: Agosto 2010

"Selos de Profundo Amar"

"Profundo Amar"

Os direitos autorais são protegidos pela lei de nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998.
"Violar é crime estabelecida pelo artigo 184 do código penal"
(Caso queira uma cópia, solicite-a e mencione sempre sua autoria)


Conheçam Também:

Grato H²K

18 de ago de 2010

"Do Sentimento"
"Calado"



Sempre acreditei no sentimento vivido

No sentimento dito e acolhido

Mas a vida nos ensina a cada dia

“Um novo aprendizado a vida dizia”

O sentimento nasce calado

É dito e vezes simplesmente deixado

Mas nenhum sentimento morre repentino

Antes disso deixa o coração em desatino

Silenciar o que se sente

É por vezes mais prudente

Mas digo em verdade

Desta prudência desejo a liberdade

Grito aos quatro cantos o que sinto

Pois a este coração não minto

Se não gosto não me esforço

Se adoro com palavras reforço

Uma vez dito

Jamais esquecido

Se logo depois silenciado

Foi por legado não devotado

Pouco importa o que vão pensar

Mas no amor vale mais amar

As palavras podem até cessar

Mas sabem tudo se vê num olhar



11 de ago de 2010

"O Olhar Revela"
"S.S.G."



Alguns escritos trazem por certo outras vivências
Vindas de outras conquistas e diferentes existências
Por vezes escreve-se de vidas que não as nossas
Conquistas não minhas tampouco suas, mas essências


Trajetórias percorridas por intensa vida
A conquista de outrem que um poeta apenas assimila
Traz para seus escritos as passagens doutra lida
Com valores em verdade da poesia e sua sina


No entanto, alguns escritos vêm de dentro
Vem do mesmo que as dita faz dele o centro
São de palavras vivas e verdades infinitas
São de admiração clara vezes desmedidas


É certo duvidar de uma palavra e sua ocultes
Ainda mais se na vida por vezes não se teve delas lucidez
A paixão temerária que vem e vai depressa
O amor confesso que chega e logo é ele quem dispersa


Não existe forma semântica de se ver a sinceridade
Visto que palavra alguma tem verdade em totalidade
Da retórica não se pode ter esboço algum
Olhe nos olhos e verás que não é o olhar comum


Mesmo que não tenha o hábito de observar
Desconheça as particularidades de um olhar
Lembre-se do olhar de uma criança
Que lhe pede a mão com olhar de esperança

 
O Amor tem seu tempo

Não me ame tão cedo
E nem tão quanto me odeie
Apenas segure em minha mão e não me abandone
Seja uma amiga e não me traia
Seja companheira e me acompanhe
Assim quando merecer seu amor irá me conceder
E quando menos esperar vera que para todo o sempre irei lhe amar...



Não tem porque interpretar um poema. O poema já é uma interpretação.
(Mário Quintana)

9 de ago de 2010

"Divagando Desejos"




Tenho desejo incessante, pensamento esvoaçante

Este de lhe tocar a face e de lhe beijar a fronte

Cuidar de seus passos, lhe dando paz ao semblante


Poder lhe segurar pela mão e caminhar sem preocupação

Agasalhar-te do frio, aquecer-lhe este seu coração

Provendo-lhe aconchego e tão somente a boa emoção


Ah desejo ímpeto que já vem em matutino

Basta que os olhos lhe notem e logo vem o desatino

De pensar em demasia em como queria lhe dar carinho


Ah se o pensamento rompesse o espaço

Chegaria até ti em pequenos passos

Roubar-te-ia o pensamento e deles se faria em laço


Entrelaçando pensamentos e firmando sentimentos

Mostrando que a vida se faz muito mais que meros fragmentos

Carregar-te-ia por toda uma vida

De certo se faria o prazer de minha lida




4 de ago de 2010

"Menina dos Olhos"



Pergunto-me a cada dia o que tomou toda minha atenção

Não me vem resposta alguma a não ser o som deste coração

Que diz em toada sucinta para acompanhar a moça distinta

Que anda despercebida, mas que pelo olhar é sempre seguida



Noto seu caminhar sem observar, os pés seguem o rumo sem hesitar

Caminha a passos calmos sem pressa de seu destino alcançar

Vem com sorriso nos olhos, mas os tem sem perceber

Deixe com que eu note sem o seu sorriso precisar esconder



Vá à calmaria caminhar, pois agora sei como lhe falar

Do por que destes olhos meus a insistência em lhe notar

És a doce e angelical menina dos olhos de Deus

Que agora de certo é também menina dos olhos meus.



 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics