____________"Profundo Amar"____________: 2011

"Selos de Profundo Amar"

"Profundo Amar"

Os direitos autorais são protegidos pela lei de nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998.
"Violar é crime estabelecida pelo artigo 184 do código penal"
(Caso queira uma cópia, solicite-a e mencione sempre sua autoria)


Conheçam Também:

Grato H²K

27 de nov de 2011

"Parceria em Momentos Fragmentados"


É com imenso prazer que divulgo o link abaixo para que confiram uma linda parceria.
Marilene do lindo Blog:


Não deixem de clicar no link acima.
E deliciarem-se com sua escrita que se assemelha a uma exímia esgrima.

H²K


14 de set de 2011

"Ser o que de fato sou... o amor que me restou"



Cansado, exausto e descompromissado
Com medo, assustado amedrontado
Felino acoado, escondido em sombras, silencioso
Olhos brilhantes, coração palpitante, receioso

Pelas sombras acolhido, pelas dores vestido
Criando uma cela, ludibriando o tino
Criando cascas, proteções, vestindo a casa
Proibindo sonhos, esperanças e podando asas

Enfim, de coração ainda exaurido
Desisto, e novamente me permito
Posso suportar não me amar
Suporto a dor de não me aceitar

Mas nada posso com meu sincero amar
Não posso me esconder do amor que quis lhe dar
Meu amor, pode não me amar e não me aceitar
Mas confesso, meu amor não posso matar

Serei o amante que não pôde contigo estar
Mas serei eu mesmo nesta dor de não poder te amar
Contudo, transvestir-me do obscuro
É negar a mim mesmo o amor que mais tive como puro

Assim sendo, desejo a ti minha amada toda felicidade
Serei apenas aprendiz da palavra, e a ti desejo a liberdade
Sonharei muito ainda com seus beijos
Domarei a cada dia meus desejos

Serei eu mesmo, mesmo em sofreguidão
Enfrentarei bravamente a minha esta solidão
Tentarei domar a falta que me faz a toda noite
Mas não serei o que não sei ser, manterei meu semblante

Lembre-se apenas do amor que lhe doei
O suficiente  para este plebeu sentir-se rei
Não escrevo para esquecer do meu sentimento
Escrevo para dizer que ainda te amo, não houve firmamento

Posso parecer o ser mais fraco que conhece
Mas é o sentimento e o amor o que a mim apetece
Serei fraco diante do sentimento que tenho
Mas não serei covarde diante deste meu sentimento

Amo você...





21 de ago de 2011

"Passado..."




Serei passado então
O amor fugaz de meses em exatidão

Serei enfim uma mera lembrança
Mesmo que em mim resida esperança

Serei um dia meras palavras que dediquei
Serei um sentimento a lamentar pois a ele abdiquei

Sou tristeza de uma distância incompreendida
Sou corpo e mente saudando a sua partida

A nobreza de um amor sincero
Relutando com o ódio nascente deste desespero

Serei parte do seu passado então
Do amor ao qual me entreguei e de mim abri mão

Sonhos, desejos e todas as saudades
São meus inquilinos agora, esta tem sido a única verdade...



Se uma suave brisa lhe tocar a face
Lembre-se serei eu lhe beijando sem mais disfarces...


16 de ago de 2011

"Dos Amores"



Amor romântico
Sentimento perfumado e de nuances impecáveis
Traduzem com exatidão sentidos invioláveis
O pedestal da pessoa amada
Perfeita e sempre idolatrada

Amor platônico
Sentimento calado, porém exaltado
Que uníssono canta o amor fantasiado
Sem que seu amor tão afeiçoado
Saiba se quer ser assim amado

Amor maduro, amor real.
Sentimento real, não aquele idealizado
O convívio diário de um casal declarado
 A cumplicidade sempre sendo treinada
Em enfrentar os dias juntos sendo única toada
A compreensão em doses avantajadas
Que suprem o casal em suas jornadas
A maleabilidade treinada no dia-a-dia
Pois viver assim, jamais será em demasia


Beijos Meus!




".No hay coincidencias."


".No hay coincidencias."

14 de ago de 2011

"Guardado"



Das coisas da vida que não me esqueci
Dos momentos que também me apeteci

Sonhos de criança que até gerava insônia
Carinhos inocentes que ao coração dava alegria
Da minha primeira paixão que não entendia
Da dança em quadrilha que tanto temia

Das primeiras cicatrizes no corpo criando travessia
Dos pontos doídos sem alguma ou qualquer anestesia
Da primeira carta de amor que nunca houve resposta
Da primeira lágrima daquela paixão bem posta

Lembranças do natal tão esperado
Do presente recebido sempre admirado
Daquele primeiro mergulho em uma piscina
Aquela primeira surra que não se faz esquecida

O primeiro beijo, não tão bem recebido
A dor de cabeça pelo beijo roubado não pedido
As primeiras lágrimas de um coração partido
Os longos anos para que o coração se fizesse reconstruído

Momentos que ficam eternizados em nossas memórias
Mesmo apos três décadas contamos nossas histórias
Hoje o que marca não é mais algo tão simplório
Não há necessidade de escrever para se ter em mente um relatório

O que estou tentando dizer, é que algumas lembranças permanecem
Algumas certamente tampouco apetecem
Mas faz parte integrante de nosso passado
Fará parte da nossa história, e do nosso legado

Como alguns momentos em que vidas ficaram em minhas mãos
Dos acidentes evitados, por estar ali presente e com todo meu coração
De ser julgado ferozmente, mesmo julgando ter feito o certo
De necessitar de um abraço apertado e saber que ela não esta por perto

São marcas, tais como as cicatrizes que nosso corpo possuí
Mas estão sendo marcadas em nosso intimo, em tudo que nos fluí
Algumas lágrimas caladas, engolidas a seco pela madrugada
Um silêncio mórbido que em nossa mente faz morada

Das coisas da vida que não me esqueci
Dos momentos que também me apeteci

Já tenho hoje mais de três décadas de uma vida
Memórias irrefutáveis que carrego nesta lida
O conhecimento das relações fúteis que presencio
Dos olhares vazios, perdidos em noite paulista que se assemelha ao cio

E dentre:
As coisas da vida que não me esqueci
Dos momentos que verdadeiramente me apeteci

Esta a sua presença incontrolável
Esta o sentimento que mostra ser inviolável
Quero dizer que de você não me esqueci
Que por você inteiramente me apeteci

E que guardo este amor em um cofre amadeirado
Deixando o coração como esta para por você ser amado
Esperando que venha um dia para me levar a viver a teu lado
Pois a teu lado é que desejo escrever e perpetuar meu legado

"Sou doido com ela"

*Qualquer ausência, será dada por motivo de forças maiores.




12 de ago de 2011

"Abecedário...ou (quase) "




Anda andarilho, amante anunciando
Beleza bem-quista, beldade bailando
Corre contende, coração condizente
Diz da donzela, dama divina dançante

Eldorado edificante, envolto em  emoções
Fagulha faceira, fisga fabrica fixações
Graceja garota graciosa, galgando guarnição
Hipnotizado houve hesitação

Inconformado, incita incapacitado
Juízo julgado, joguete justiçado
Karma?
Lúcido lacrimeja, lícito lampejo

Massacra mente, mas mal mente
Navegante novato, não negligente
Observa objetividade
Planeja palavras, pela preciosidade

Querendo que queira-me
Refaz redesenha-me
Sonha sonhos segmenta-me
Toma todo, tenha-me

Usa, usurpa unifica-te
Valha-me vida versificar-te
Xá ser!
Zangão a zelar-te

*Minha rainha
  Rainha minha



10 de ago de 2011

"Minha Mulher Menina "



Minha mulher menina
Minha menina mulher
Desejo cuidar desta sua inocência
Igualmente te amar com toda eloqüência

Quero ser a causa do seu desassossego
Mas também o colo que lhe dará sossego
Quero poder velar seu sono singelo
E despertar seus desejos mais belos

Quero ser também seu menino
Deitar em seu colo e receber seu carinho
Mas também seu homem desejo ser
Desvendar seus prazeres e a todos satisfazer

Minha mulher menina
Que minha alma ilumina
Minha menina mulher
Que meu desejo só faz crescer

Me faça seu homem a perder todo o juízo
Mas me faça menino para todo juízo ter
...


7 de ago de 2011

"Veja o que não se Vê"




"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"
Antoine de Saint-Exupéry

Triste o coração que não enxerga, não sente torna-se ausente
Se torna indolente, precocemente se cala e à vida deixa de ser presente
O coração conhece de forma inexplicável
Compreende o que não se vê, de uma forma inviolável

Feliz o coração que após tantas tormentas se mantém
Não se importa com seus cacos, sua crença lhe provém
São frutos invisíveis aos olhos mas de doçura incontestável
Alimentos à alma que nos mantém a pureza inviolável

Alimentar o coração com amor, é mantê-lo em vida
Mesmo que das dores coletemos amores em lida
Não desista jamais de seu coração mesmo ele partido
Ele será sempre seu guia não importando por que caminho esteja perdido





6 de ago de 2011

"Réplica RS"



Após ler a poesia de uma querida amiga, não resisti em criar uma espécie de réplica a ela.
Para que a compreensão seja completa, aconselho lerem o original em "Retalhos do que Sou"
(Alguns escrevem com razão, outros com o coração, e alguns deixam fluir os sentidos com exatidão)
Van espero que me perdoe, mas ao ler sua poesia, as linhas se criaram "sozinhas" 


"Por dois"


O carinho que nasce recíproco
Da atenção que se fecha em circulo
De mãos que amparam sempre sendo amparadas
Da poesia exalada no convívio sublime de almas
O retorno do amor dado, sendo assim amor entoado

Aos olhos de quem ama se faz vista
O toque que afaga e acarinha o coração
Faz em versos eterna cantiga e canção
Do sorriso a cura tão benquista
O amor sincero que no invólucro de corpos 
...se faz enfim desperto



Leiam, conheçam e certamente se apeteçam
Cliquem na Imagem



"Cultivando o Amor"



Sigo meu sentido
Tampouco ratifico
Sou dado à emoção
Quem grita é o coração
Tenho sim mazelas
Nem sempre a trilha é bela
Sou dado a semear
Meu plantio é amar
Colho dele o amor
Vezes encontro dor
Erva daninha danada
Semente mal amada
Cresce sem plantio
Jogada por algum vil
Pois nunca desisto
Planto amor benquisto
E colho orgulhoso
O amor hoje vistoso
Que custara a nascer
Não irá desvanecer
Pois rego a carinho
Cuidado em meu ninho

* Se quiser leia debaixo para cima!


4 de ago de 2011

"Meu sonho é Você"



Quisera criar um canção que entoasse meu coração.
Quisera compor rima que sanasse qualquer ferida.
Quisera ser brisa, para tocar sua face divinamente linda.
Quisera ser vento para te alcançar e ter enfim meu alento.

Sou tudo quando estou contigo, e nada se em você não tenho abrigo.
Metaforicamente exagerado, por tão somente contigo desejar algum legado.
Quem dera fosse poeta, poetizar rimas que ao seus olhos flerta.
Mas sou apenas um amante que sonha demasiado em tocar seu semblante.

Deitar-me ao lado teu, acarinhar sua pele é todo desejo este o meu.
Fazer-te mulher acalorada proporcionando prazer não só em noite enluarada.
Beijar-te sem propósito algum, cobrir seu corpo com todos eles e não apenas um.
 Abraçar-te carinhosamente, após um amor que tenha nos tomado totalmente.

Um desejo eloqüente de surpreender-te a cada instante.
Tem sido este dos desejos em mim o mais vibrante.
De vislumbrar o prazer estampado em seu semblante.
De sentir seu corpo estremecer e sua respiração se tornar ofegante.

Ter contigo as conversas mais descabidas.
Mas ao teu lado sentir a alma totalmente acolhida.
Ser sonhador dos sonhos mais loucos e impossíveis.
Mas saber que estando contigo todos eles se tornam possíveis.



3 de ago de 2011

"Tão somente Seu"




Sou tão seu que nem eu havia me dado conta
Interpreto até canções para em sua vida fazer ponta
Não se trata de exacerbada paixão
Longe de mim ter contigo fugaz emoção
...

Confiram em "Profundo Pensar"
(incluí vídeo)




2 de ago de 2011

"Chama"



Chama incandescente que a mim permeia
Reluz infinitamente e meu caminho clareia
Feito amor eloqüente mesmo quando ausente
Este que fora dos Deuses meu mais belo presente

Noto que não possuo tão somente chama
Sou toda ela e também o calor que emana
A chama que carregamos pode se apagar
Mas se esta dentro de nós apenas irá propagar

Faço em meu peito então chama latente
Que nada teme, nem tampouco se faz dolente
Esta chama que arde em meu corpo agora
Antes fora mera fagulha de uma outrora

E não por um acaso ela agora reacende
Brilha vistosa por um amor que  a prende
Esta chama que chega em oportuna hora
Reflexo é, desde amor que a alma vigora

E que mesmo diante deste vento que o corpo assola
Arde ininterruptamente por ter contigo na vida a mais bela história



Simples assim... Amo você!


30 de jul de 2011

"Desenho te Querendo"



Eis que com a ponta de um grafite muito bem apontado
Tento incessantemente aproximar nossos lábios
Num traçar de linhas ainda inocentes
Busco a beleza de sua face eloqüente

Sei de mim e não traço linhas de um artista
Apenas tento me aproximar de sua beleza bem quista
Envolvo-me em seus lábios feito sonhador
Traço-os com candura, certo de que és o meu amor

Ao detalhe dos olhos me perco ao tentar descrever
São janelas tão lindas que minha alma fez acender
Verdes da cor do mar mais distante
 Desejo aproximar-me  a ponto de tocar nossos semblantes

Em seus cachos quero prender e perder meus dedos
Acariciar sua nuca e ao pé do ouvido contar-te meus desejos
Um beijo envolvente faz-me calar toda palavra
Os corpos se tocam e fazem-se bailar em noite enluarada

Ah! Quem dera pudesse viajar com um pensamento
Alcançaria seus lábios e os beijaria já estando sedento
Abraçaria seu corpo com extremo cuidado e carinho
Olharia em seus olhos e diria que seu amor é meu melhor caminho




26 de jul de 2011

"Aprendi..."



Aprendi que o amor não causa dor
Dói a ferida deixada pelo amor em sua partida
Aprendi que saudar a quem deixou de viver tem agridoce sabor
Mas saudar um amor que partiu amarga a alma e faz surgir a dor

Aprendi que o amor não tem idade, raça ou cor
Simplesmente aparece se aloja  causando tremor
Aprendi que o sentimento não tem nome
Nós quem atrelamos a ele meros codinomes

Aprendi que o amor nasce sem ter de se anunciar
Pois faz parte do que somos e nascemos para amar
Aprendi que o vento gelado corta os lábios
Mas o beijo bem dado cura a alma, e pra isso não preciso ser sábio

Aprendi que não devo negar meu dom de amar
Se o fizer perco a vida deixando o ódio me esmagar
Aprendi que não amo por um simples e mero querer
Amo pois, fez morada em meu peito e a vida faz florescer

Aprendi que não posso te prometer o mundo
Mas posso ser honesto, e dizer que te amo em profundo
Aprendi que nesta simplicidade suave do seu ser
Amei cada fagulha tua e o amor... Ah! o amor, você fez apenas crescer



20 de jul de 2011

"Lacuna"



Pode não se ver

Pode não se ouvir falar ou sentir estremecer

Os olhos traem o ser, mostra o que se quer ver

Mas o coração não se engana e se faz doer

A lacuna que não se viu nascer

Mas sentida  nos faz adoecer

A mesma ponte que hora fora lhe buscar

Hoje se faz de caminho para o seu distanciar

Existem distâncias que podemos com a vista apreciar

Mas outras que apenas o coração sente se criar

Me ofereceram certa vez um novo coração

Um que ainda não fora marcado pela emoção

Fiquei atentado em trocá-lo por este meu já judiado

Um coração novinho sem se quer um arranhão e todo iluminado

Ponderei e decidi não ceder à tentação

Mesmo sabendo que aquele novo coração

Não doeria como dói este o meu diante desta sensação

No entanto, um novo coração não lhe amaria como ama este o meu

Que se refez das cicatrizes, reconstruiu-se tão somente para ser seu 

...


14 de jul de 2011

"Para onde foi a Inspiração??"


Por onde andas esta minha inspiração?
Deve ter partido, ou simplesmente perdeu a direção.
Desnorteado deve de fato estar
Pois este coração se perde de tanto amar

Sigo os passos da Meire, conto meus sonhos ao vento
Sonho acordado desejando de minha amada eterno alento
Ou como ensina Marilene, encontro na escrita o que me falta
Nela faço rima, e nas rimas o amor sempre se exalta

Da saudade, faço o sentimento o mais cálido
Do momento vivido que jamais será esquecido
 Assim nos ensina a escritora Tânia
Que a saudade jamais deve ser vista como infâmia

Cito ainda a querida Van, que nos ensina a manter a caminhada
Mesmo que encontremos areia movediça ou pisemos em brasa
Nossa atitudes, nos dirão quem somos
Diante da adversidade crescemos, e assim lembraremo-nos de quem fomos

É,  a inspiração realmente perdeu a direção
Prendeu-se em único foco este meu coração
Em admirar uma a quem muita amada
Penso o tempo todo nesta minha adorada.

Às escritoras meu perdão
Mas tão somente por suas palavras que pude dar vazão. 

Cliquem nos nomes, e poderão achar as fontes de inspiração...



9 de jul de 2011

"O que não se pode Ver"


Pode-se esconder

Não deixar de correr

Cedo ou tarde lhe alcançara

Inevitavelmente lhe arrebatara

Se inimigo fosse, diria que o mais letal

Sorrateiro, não se nota presença tampouco sinal

Move-se rapidamente e sem gerar desconfiança

Silenciosamente somos  tomados, feito crianças

E apenas muito tardiamente nos damos conta

Que fomos tomados sem nenhuma afronta

Dominados em nosso mais intimo ser

Se quer entendemos nosso querer

Semente chamada probabilidade

Pequenina, não gera adversidade

E quando enfim da seus frutos

Nota-se quão fomos obtusos

Não notamos sua chegada

Tampouco sua florada

Apenas vamos  notar

Quando já estamos a amar...






6 de jul de 2011

"Ondine"



Pescador que nada pescava
Surpreendido pelo mar, traz em sua rede tua amada

O amor inesperado sem ter sido conjugado
Novo amor ao pescador que do amor pensara já ser julgado

Renovando a vida ao pescador de vida exaurida
Dos amores restara apenas cicatrizes em sua lida

Extasiado pouco compreende um ato
Julga-se incapaz de ser amado

Perde-se em estúpida embriaguez
E por temer o próprio medo fez o que fez

Pôs fim ao amor que chegara incandescido

E esta coragem fugaz de por fim ao temerário
Em sobriedade provou-se engano solitário

Chora sete lágrimas pelo amor partido
Vela sete noites o amor julgo desmerecido
Que por sete vidas será o amor interrompido

Cabisbaixo depara-se com o ledo engano
Por temer o desconhecido, seu ato insano

Arrependido retoma seu curso
Retoma seu amor e permite que a vida prossiga seu percurso


 Não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter alguém ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará mais. 

(Mario Quintana).


4 de jul de 2011

"Um lugar para Sonhar"


Existe um lugar onde a magia da escrita nos faz flutuar
Um cantinho tão aconchegante que é impossível não amar
Esta casa que nos recebe sempre com extrema alegria
Pode até parecer exagero, mas garanto não precisar de alegoria

Um cantinho onde as palavras cantam e entoam carisma
Escreve com a alma, escritora que mais tenho como poetisa
Deixa fluir em seus versares, passagem da vida e de lugares
Permeia nossa pele e sentimos os sentidos próprios se exaltarem

Esta suave alma, que não apenas se expressa
Mas que se conjuga lindamente e sempre sem pressa
A Van de Retalhos do que Sou que dispensa apresentação
Basta conhecer seus versos, pois certamente reconhecera o coração

Um lugar feito para sonhar
Que não precisa ser de sonhos, mas certamente feito para amar

Visitem e comprovem, e me digam se não estava com razão
Leia com os olhos, mas peço que entendam com o coração




2 de jul de 2011

"Encontro"


Ah! Que doce encontro este a que tive
Inesperado, inquietante o desejo que abstive
Palavras medidas, vezes perdidas
O olhar alvoroçado e por vezes sem medidas

O tocar das mãos como quem quer acarinhar
O levitar dos dedos que se faz num doce acariciar
Os olhos nos olhos que faz o olhar se perder
O sorriso acanhado que faz as pernas tremer

Sem nenhum desvio nenhuma distração
Os olhos alimentam com beleza o coração
Abster-se dos sentidos que traduzem o viver
O carinho expressivo que vem a alma acolher

Longo fora o tempo que deixara de alimentar
Este desejo que vem da alma, desejo de amar
E diante de seu olhar, palavra alguma se cria
Faz de quem escreve, apaixonado na noite fria






28 de jun de 2011

"Amor Crescente"



Sabe...

É difícil conter esta emoção
O sentimento me toma e faz querer gritar o coração
Um dia apenas que se faça ausente, faz o dia não terminar após o poente
A noite uma tortura, pois tenho tanto amor e adormeço sem tua candura
Aceito que erro em dosar
Acredito que serei sempre este na forma de amar
Não sei como omitir, tampouco sei a emoção fingir
Te quero a todo instante, e mesmo assim parece não ser o bastante
Te amo feito criança que necessita de sua temperança
Por vezes, mais sou um adolescente que sem você logo fica doente
Mas sei deste amor que tenho feito homem
Pois distância alguma os sentimentos consomem

Então...

Sigo te amando deste meu jeito, sem ter se quer argumento
Sigo te amando feito criança, tendo em você total confiança
Vou te amar também como adolescente, que te deseja avidamente
Já não sei ser homem duro, mas em você tenho o amor mais maduro

Logo...

Não vou conter o que precisa sair
Nem vou deixar de dizer, que sem você me deixo cair
Sou assim homem que não sabe mentir
Mas, mais homem para não esconder este meu sentir
Te amo e já não é o suficiente
Quero fazer-te provar deste amor permanente



Amo Você!


24 de jun de 2011

"Boa Saudade"



E esta saudade inquietante que permeia minha mente
Percorre me o corpo e deixa sensação mais eloqüente
Sensação de candura, cuidado que encontro a teu lado
Fico marejado pensando em teu toque já tão desejado

Feliz de mim que tenho no peito sentimento mais nobre
De dizer teu nome, amar teu carinho que vida esta cobre
Que seria de mim sem as palavras que vão a teu encontro
Busca-te de certa forma dando a quem ama certo conforto

Passaria noites a fio admirado, somente velando teu sono
Proveria o mais singelo conforto, aninhando-te nos braços
Acariciar sua pele alva, tendo sorriso teu meu melhor abono

Esta saudade me invade todas as noites desejando teus laços
Ouvir-te balbuciar desejo profundo, realizá-lo e dele ser  dono
Aquecer te toda e adormecer-me inteiro não mais aos pedaços 




LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics